2



Caça-Fantasmas é uma das melhores comédias de sempre, e para mim é um daqueles filmes que vi primeiro a sequela e só depois o original. O filme original estreou em 1984 e foi um sucesso arrasador, criou uma moda e uma febre de merchandising que levou a que o símbolo do filme se encontrasse um pouco por todo o lado, para além da música que foi um hit que escalou os tops de vendas mundiais.

O filme retratava 3 professores de parapsicologia, que se vêm desempregados depois de o reitor da universidade os ter expulsado, por preocuparem-se mais com aspectos sobrenaturais das coisas do que com a ciência formal da disciplina. Eles decidem então explorar isso mesmo, criando uma empresa que investigasse essas aparições sobrenaturais que, apesar de sofrer com a falta de clientes nos momentos iniciais, rapidamente explode com todos os habitantes de Nova York a perderem a vergonha e a pedirem a ajuda a eles para apanhar os Fantasmas que os atormentam.

Torna-se engraçado ver como de repente tudo tem problemas com fantasmas, desde locais públicos a casas individuais. A primeira "cliente" é Sigourney Weaver, que se irá envolver amorosamente com Venkman e em ambos os filmes é alvo de forças de outra dimensão que querem invadir a nossa. No primeiro ela é o alvo principal, no segundo é o filho dela.

Dr. Raymond Stantz (Dan Aykroyd) e Dr. Egon Spengler (Harold Ramis) eram os que se preocupavam mais com a questão científica da coisa, enquanto que o Dr. Peter Venkman (Bill Murray) era o extrovertido do grupo e o que pensa mais no lado lucrativo. É a personagem que conquista o público pela sua boa disposições e as suas constantes bocas. Devido ao excesso de trabalho, que dava com a secretária deles em doida, eles contratam mais um elemento (que originalmente era para ser o Eddie Murphy, que na altura preferiu filmar o Polícia em Beverly Hills), Winston Zeddemore (Ernie Hudson), que era apenas uma pessoa normal e que encarava aquilo tudo de uma forma diferente do grupo.



A completar o elenco regular tínhamos , Rick Moranis(num papel que seria para John Candy)que no primeiro filme tem um papel pequeno e ganha mais destaque no segundo devido a ter feito um excelente trabalho e ter mostrado alguns dos melhores momentos do primeiro filme. 

O símbolo do filme tornou-se uma arma poderosa de marketing, ideal para t-shirts, enquanto que a música de Ray Parker JR escalou os tops internacionais sendo uma das mais ouvidas do ano. O fantasma viscoso Slimer que tinha feito apenas uma pequena aparição, tornou-se uma das marcas da franchising ganhando destaque nos desenhos animados que seriam feitos baseados no filme.

São duas comédias bastante boas, com alguma acção no final onde se tem que usar símbolos gigantes da cultura Norte-Americana, no primeiro é um homem gigante de Marshmallow e no segundo é a própria estátua da Liberdade que entra em acção. As próprias armas, com as quais caçavam os Fantasmas, eram bastante impressionantes e ajudavam a que as pessoas se entusiasmassem quando as usavam nos filmes. Os uniformes tornaram-se icónicos e ainda hoje há pessoas que os usam em convenções nos Estados Unidos.

Lembro-me de ir ver o segundo no Natal de 1989, no saudoso cinema Oxford em Cascais e de ter vibrado bastante com o filme e não descansei enquanto não consegui ver o primeiro. O momento final com a Estátua da Liberdade é tudo o que uma criança de 11 anos pode querer num filme, e por isso apesar de mais fraco, continuo a achar bastante piada a esta segunda edição.

O filme foi um sucesso arrasador com mais de 200 Milhões na bilheteira sendo o 2º melhor filme de 1984 e continua a ser considerado como uma das melhores comédias de todos os tempos. O segundo é bastante mais fraco, os autores nem o queriam filmar mas existiram pressões do estúdio devido ao sucesso do primeiro filme, mas teve sucesso na bilheteira mesmo assim conseguindo também ultrapassar os 200 Milhões na bilheteira.

"I'm afraid of no ghost" e "Who you gonna call?" tornaram-se duas das maiores catchphrases dos anos 80, numa altura em que se mostravam comédias com algum conteúdo.






Enviar um comentário Blogger