0


Na segunda metade dos anos 80, Portugal foi invadido por Chupas para todos os gostos e uma das armas para conquistar a miudagem Portuguesa habituada ao simples Chupa Mouro, eram as gimmicks que caracterizava e destacava cada um dos chupas. Isto foi assim até meados dos anos 90, acalmando um pouco quando a preocupação com a saúde dentária começou a ser mais notória e o Chupa até passou a ser uma coisa mais "adolescente".

Os Melody Pops eram uns chupas em forma de apito, em que podíamos assobiar e nos babarmos todos enquanto saboreávamos o mesmo. Era ideal para chatear as pessoas ao nosso redor e lembro-me que até eram bem saborosos.

Depois existia uns chupas da Hello Kitty que vinham com uma bolinha e um pequeno cesto, o objectivo era soprar e enfiar a bola dentro do cesto. Daquelas coisas básicas que nos garantia horas de diversão, um pouco na lógica da bola que se tinha que enfiar no copo.

Um dos meus preferidos, não pelo sabor, era o chupa que oferecia um para-quedista. Era um boneco de plástico que vinha com um plástico nas costas que servia como Pára-quedas. Adorava subir a sítios para depois o atirar e o ver descer, só me lembro de ter em cor de laranja, mas podia existir em outras cores.

 Mais recente foi o chupa Push-pop, que teve uma grande campanha publicitária na TV e era algo que vinha numa cápsula tipo "baton" e que se podia colocar no cinto. Não usufrui destes, já era crescido, mas achava piada ao conceito.

Velhos tempos em que se ia ao café/taberna ou ao mini-mercado do bairro comprar o chupa por causa do brinquedo que nos possibilitava umas horas de diversão.





Enviar um comentário Blogger