0


Michael Landon sabia como contar uma história, ele era perito em mostrar histórias familiares com algum drama mas também com algum humor e que no final nos deixavam a sentir bem, mesmo sem termos feito nada a não ser ver o episódio de uma das séries dele.

Um Anjo na Terra (Highway to Heaven) estreou nos Estados Unidos da América em 1984 e mostrou-nos um Michael Landon mais velho, depois o termos visto como um rapaz novo em Bonanza e como um pai de família em Casa na Pradaria, em parceria com o seu amigo Victor French (que também aparecia na série anterior) numa série na mesma linha de outras como o Cão Vagabundo onde alguém viajava pelo País ajudando outras pessoas a resolver os seus problemas.

Lembro-me de ver isto depois da hora de almoço, a RTP a dada altura transmitia séries neste horário, e que gostava do teor leve da mesma e do carisma que emanava do Michael Landon. A série mostrava Landon como um anjo que não podia ficar no céu enquanto não passasse por uma série de provações na Terra, e era ajudando as pessoas que ultrapassava essas provações e ascendia aos céus. Os problemas iam desde os amorosos aos policiais passando por disputas familiares ou apenas problemas de saúde.

Durou 5 temporadas, até 1989, e teve 111 episódios sendo que as últimas temporadas foram bastante fracas. Lembro-me bem do começo disto, de como ele tinha que convencer French, que era um ex-polícia, para o ajudar e de que ele era um Anjo na Terra. French era o contraponto perfeito para o bonacheirão Landon, tinha um aspecto mais cínico e rude o que ajudava a sobressair ainda mais o sorriso e boa vontade de Michael.

Para variar foi mais uma série dessa década com um genérico marcante e que nos prendia ao ecrã, apesar de ser um pouco fraca em argumentos, devido ao seu carisma e personalidade.





Enviar um comentário Blogger