2
Em 1987 a RTP transmitia aos Domingos de manhã mais uma versão da série de desenhos animados "Era uma vez..", desta feita relacionado com o corpo humano e que nos ensinava muito sobre coisas tão variadas do funcionamento do mesmo, como a respiração, a vacinação ou os nossos músculos.

As personagens base eram as mesmas já usadas em outros capítulos desta saga como aquela passada no espaço, ou a relacionada com a história da humanidade. Mestre, Psi e Pedrito estavam de volta e outros eram adaptados a outras finalidades como se fossem vírus, bactérias, glóbulos vermelhos ou apenas seres humanos que mostravam o que acontecimentos dentro do organismo provocavam.

Como na grande maioria dos desenhos animados dos 80's, o genérico era bastante forte com uma música apelativa, cantada pela vencedora do festival Eurovisão de 86, Sandra Kim.

Como era habitual, o som era o original (em Francês) com legendas em Português o que não impedia a ficarmos vidrados e viciados neles e a não perdermos um episódio. O Domingo de manhã não era enchido de Desenhos como o Sábado, por isso os episódios desta série eram um bom aperitivo antes do almoço (e em algumas ocasiões antes da corrida de F1) e tinham a particularidade de nos ensinar enquanto nos divertiam.


Aprendi mais em alguns episódios desta série que em muitas aulas de Biologia no Liceu, e ao mesmo tempo ria-me e entusiasmava-me quando havia lutas entre os anticorpos e as invasões de vírus e bactérias. Estes eram facilmente reconhecidos pelo tamanho dos seus narizes e o seu aspecto visual, e o engraçado era quando se colocava seres humanos com esta aparência de modo a mostrar os estilos de vida errados que levavam. Uma das coisas que aprendi com isto, ainda antes de me ensinarem na escola, era a inspirar pelo nariz enquanto corria ou a aquecer antes de começar esses exercícios.

Ainda hoje quando me corto, imagino a ferida a fechar da mesma forma como se fechava no desenho animado, com milhares de plaquetas vermelhas a correrem de modo a fechar-me a ferida. Mais tarde houve a versão dobrada em Português e uma edição em dvd pela Planeta Agostini para aqueles que querem mostrar aos seus filhos ou a matar saudades de algo que ainda se vê muito bem.

Adorava ver a correrem com a informação de uma parte para a outra do corpo, de ver como usavam gordura e afins para diferentes efeitos práticos, do trio que carregava as bolhas de oxigénio e de como tudo interagia. Quando criança imaginava estas personagens todas dentro do nosso corpo, e era uma forma engraçada de perceber algumas nuances do nosso funcionamento e de como devia ter cuidado com algumas coisas.

Foram 26 episódios da série:

01. A origem da Vida
02. O Nascimento
03. Sistema imunitário
04. A medula óssea
05. Irrigação sanguínea
06. As plaquetas
07. O coração
08. A Respiração
09. O cérebro
10. Os Neurónios
11. A vista
12. O ouvido
13. A pele
14. A boca e os dentes
15. A Digestão
16. O fígado
17. Os Rins
18. O sistema linfático
19. O esqueleto
20. Os músculos
21. Guerra às toxinas
22. A Vacinação
23. As Hormonas
24. A cadeia da vida
25. A idade do homem
26. A vida e o sonho


Nas personagens tínhamos quase um one-man show do Carlos Freixo onde ele interpretava as personagens principais da história. Segue uma pequena lista de quem dobrava as personagens quer na versão original, em itálico, quer depois na Portuguesa.

Personagens:
Metro - Roger Carel/Carlos Freixo
Mestre - Roger Carel/Carlos Freixo  



Globus - Alain Dorval/Carlos Freixo
Capitão Pierrot/Gordinho - Gilles Laurent/Carlos Freixo


Vírus - Patrick Préjean/Carlos Freixo
Bactéria - Alain Dorval/Paulo B.

Hemo - Alain Dorval/Paulo B.
Globina - Marie-Laure Beneston/Isabel Ribas



Enfim, foi um dos melhores desenhos animados que houve na nossa infância, e a prova de que podemos aprender e nos divertir ao mesmo tempo.





Enviar um comentário Blogger