1

Ainda sou do tempo em que as cartas eram um divertimento bastante comum, os jogos de cartas estiveram sempre presentes na nossa vida desde crianças a jogar ao Burro e ao Peixinho, enquanto adolescente jogamos ao Keips (que muitos chamam Keims), ao Uno ou à Sueca e agora há a moda do Póquer.

Não havia jogo mais simples que o do Burro, cada jogador recebia 3 cartas, o jogador à esquerda do distribuidor começa o jogo colocando a carta mais alta que ele tiver na mesa (um 9 de Espadas por exemplo) e depois o outro jogador tem que assistir colocando outra carta do mesmo naipe na mesa. Se tiver aquilo continua em frente, senão tem que ir tirando cartas do monte até lhe sair uma do mesmo naipe e o objectivo é o ficar sem cartas na mão e não encher-se de cartas. Existia uma variante de burro em pé que implicava tirar cartas de uma estrutura construída com essas cartas mas sem a derrubar. Não jogava muito essa variante por isso não tenho presente como seria essas regras.

O jogo do peixinho consistia num monte de cartas viradas para baixo em cima da mesa, enquanto que os jogadores iam pedindo uns aos outros cartas de modo a ter 4 do mesmo número (4 Reis por exemplo). Quando isso acontecesse tínhamos que gritar Peixinho, o jogo demorava por isso algum tempo mas era bem divertido em especial quando mandávamos a outra pessoa pescar devido a não termos a carta que queriam e ver ela a ter que ir tirar cartas de cima da mesa. Se fosse uma igual à que tinha pedido, podia continuar a jogar, senão a jogada ia para outro jogador.

O jogo do Keips, que muitos chamam Keims, era bastante popular no liceu. O jogo do Keim(p)s é jogado com 2 equipas de 2 jogadores (4 jogadores).


Objectivo: conseguir um grupo de 4 cartas do mesmo valor antes da outra equipa, e dizer "KEIMS".


1 - A cada jogador são dadas 4 cartas.
2 - Sao colocadas 4 cartas (do monte) viradas pra cima sobre a mesa.
3 - Conta-se até 3 e cada um pega na carta que quer, e tem de colocar depois uma carta na mesa para substituir a que tirou. Só pode ficar com quatro cartas na mão. Pode apanhar uma carta que outro jogador coloca sobre a mesa.
4 - Quando já mais ninguém quiser uma das 4 cartas que estão sobre a mesa,essas são separadas, e já não voltam ao jogo.
5 - São viradas mais quatro cartas do monte e o jogo contiunua assim até alguém ter 4 cartas do mesmo valor e de naipes diferentes.
6 - Tem de fazer um sinal ao parceiro de equipa para que este diga "Keims!". Deve fazer os possíveis para os oponentes não verem o sinal. Se o outro jogador da mesma equipa o disser antes dos adversarios darem o corte, ganham o jogo.
7 - Se um jogador desconfiar que a outra equipa já tem 4 cartas iguais pode dizer Corte Keims. Se acertar ganha o jogo, se falhar, perde.


Era normal assistir a jogos destes nos bares da escola, ou em casa com familiares dando origem a serões bastante divertidos. Os jogos de cartas são das opções de diversão mais económicas e que podem proporcionar horas de entretenimento entre um grupo de amigos.



Enviar um comentário Blogger